Luso-Estudantes
    Natal  
Entrada
Luso-Folha
Brasil um pouco de historia
Brasil ontem, Brasil hoje
Festas Juninas
Natal
Calendário
Contacto

© 2014 luso-estudantes

França

O Dia de Natal celebra-se em França com toda a família reunida.

Na véspera de Natal, as crianças colocam os seus sapatos em frente à lareira para que o "Père Noël" (Pai Natal) os encontre e deixe os presentes.

À missa da meia-noite segue-se uma refeição chamada o "Réveillon", que também se pode tomar em muitos cafés e restaurantes. Simboliza o acordar, o nascimento de Cristo.

Comem-se ostras, salsichas (e outros enchidos), vinho, fiambre, galo assado recheado, saladas, frutas e doces, especialmente o Tronco de Natal ("Bûche de Noël").

Fazem-se bolos que se decoram com açúcar para ficarem parecidos com o Menino Jesus.

No sul de França há um pão de Natal (Pain Calendeau) que se corta em quartos e só se come depois de uma das partes ter sido dada a uma pessoa pobre.

Na Alsácia come-se ganso; na Bretanha há bolos de trigo com natas azedas; na Borgonha come-se peru com castanhas.

No final do "Réveillon" é costume deixar uma vela acesa, caso Nossa Senhora passe por ali.

No norte de França as crianças recebem as prendas no dia 6 de Dezembro, que é o Dia de S. Nicolau.

Os franceses também fazem o Presépio ("Crèche), tal como muitos países latinos.

Brasil

As tradições do Natal brasileiro são muito semelhantes às do Natal português.

Faz-se o Presépio, que foi introduzido no século XVII em Olinda, Pernambuco, pelo frade franciscano Gaspar de Santo Agostinho.

Hoje em dia existem Presépios nas casas, igrejas e até nas lojas!

O Papai Noel é quem traz os presentes, e segundo se diz, vive na Groenlândia, mas quando chega ao Brasil põe roupa mais fresca, pois em Dezembro é Verão no Brasil!

O jantar de Natal é muito rico e variado, inclui peru, presunto, arroz de vários tipos e muitos doces e frutas.

As pessoas vão à Missa da Galo, à meia-noite. A Missa do Dia de Natal, por sua vez é bem ao fim do dia, pois todos se levantam um pouco mais tarde e até se vai à praia!

Para além dos enfeites habituais de Natal, há flores, fogo de artifício e muitas árvores de Natal enfeitadas com luzes brilhantes colocadas nas praças das maiores cidades do país.

 Portugal

A tradição diz que, no Natal, o Menino Jesus traz presentes aos meninos que se portaram bem, mas cada vez mais o Pai Natal tem vindo a ganhar importância.

Isto tem acontecido sobretudo pela força do comércio, que até parece fazer esquecer o que se celebra no Natal: o nascimento de Jesus.

Das tradições mais antigas, de antes de se falar tanto no Pai Natal, ficaram muitas coisas, como por exemplo:

- Põe-se o sapatinho de cada criança da casa em frente à lareira (e não uma meia pendurada, como é tradição de outros países) e, à meia-noite do Dia de Natal, uma ou várias prendas e doces aparecem!

- O presépio é muito importante, e há bastantes casos em que é enriquecido com muitos elementos para além de Nossa Senhora, São José e o Menino Jesus.

Não podem faltar os pastores, a vaca e o burrinho (que aqueceram Jesus com o seu bafo), a estrela do Natal (que guiou os pastores), e todo o restante cenário.

Pode haver camelos, os Reis Magos podem vir ao longe, pode haver arbustos e palmeiras, pontes, outros animais e o que se achar que fica bem. Também há casos em que se finge haver neve.

A casa decora-se com grinaldas e decorações natalícias, e, hoje em dia há também uma árvore de Natal para além do presépio em praticamente todas as casas